Tempestade by Phill
novembro 2, 2009, 9:45 pm
Filed under: Palavras

As palavras acabam sendo desnecessárias…
A calmaria diz tudo.

Como um filme
A tarde passa
As cenas passam
Repassam
Como nuvens despercebidas
Rumo a um céu, agora escuro.

Meus olhos correm, afiados
Um gesto, dois gestos
E nada mais.
Meus olhos escorrem, afiados
E o filme trava, em minha mente
Tudo trava… e as gotas, grossas
Finalmente começam a cair

As estrelas parecem brilhar mais
Com a chuva caindo e escorrendo
Dentro do meu mundinho, exagerado
Metáforas, metáforas… e tudo que se passa
Vira motivo do meu fracasso
Vira exemplo da minha agonia

Turbilhão, ventania, trovões
Meu mundo fechado, dolorido
Minha tempestade em copo d’água

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: